10 Dicas e sugestões de como sair da crise, tirar o pé da lama e aproveitar a vida

Coloque estas dicas e sugestões como prioridade em sua vida se quiser sair da crise e ter uma vida financeira saudável ainda este ano!

Entendemos que atualmente, sair da crise, colocar as contas em dia e quem sabe ainda fazer umas economias, tem sido o sonho da grande maioria dos brasileiros.

Então hoje é dia de trazer dicas! Isso mesmo, dicas e sugestões de como sair da crise e viver uma vida financeira saudável. Este artigo é em resposta à muitas perguntas que recebemos dos nossos leitores. Por isso, fizemos um estudo e levantamos essas dicas para te ajudar a sair da lama financeira ainda este ano, talvez ainda neste semestre.

Dica #1: Pare, pense e avalie!

Isto mesmo! Primeira coisa a fazer é parar! Parar para pensar e avaliar como você tem vivido sua vida até aqui. Respire fundo e pense, pelo menos, sobre os seus últimos 12 meses. Como foram suas decisões, sobre todos os aspectos da sua vida e como isso afetou seus gastos diários e mensais.
Este passo é muito importante, e por isso, é o primeiro, pois através dele, você vai conseguir entender como você chegou onde chegou e vai conseguir mensurar onde estão os seus maiores e menores gastos.

Sabemos que imprevistos podem acontecer, pessoas perdem empregos e o desespero toma conta. Por isso, parar para pensar é tão importante.

Dica #2: Hora de organizar!

Pois é! Você já parou para respirar, pensar e mensurar suas decisões e gastos de pelo menos nos últimos 12 meses.
Agora que você já fez isso, é hora de organizar as coisas. Se você tem costume com planilhas eletrônicas como o Excel, é hora de usá-las, senão, vamos para os velhos companheiros de guerra “papel, caneta ou lápis”.
Coloque em um lado deste papel todos os gastos, sejam eles com contas mensais como água, luz, telefone, aluguel, supermercado.

Coloque também os gastos com assinaturas de revistas, canais de youtube, cursos, aplicativos entre outros.

Não deixe de pontuar os gastos com saídas, almoços e lanches fora de casa, compras diversas e afins. Ou seja, não deixe nenhum gasto de fora desta lista, nenhum mesmo!

Do outro lado desta folha, coloque os recebíveis. Seja salário fixo, freelas, extras, bicos, vendas e etc.

Nesta parte do processo, começamos a entender o quanto gastamos e o quanto recebemos com o intuíto de balancear as contas!

Dica #3 Estabeleça metas!

Agora é hora de estabelecer metas! O que você vai fazer de fato com todas as informações de gastos e estilo de vida que você está levando!

Vamos trabalhar com metas realistas e nada que não seja palpável!

Baseado na organização de contas que você já fez, coloque metas no papel também. Por exemplo, colocar o aluguel em dia, ou o condomínio, ou a conta de água, luz e telefone. E nada de querer comprar um carro, ou uma casa de campo ou no mar, com estas contas em aberto. Vamos tratar de cobrir os atrasos e rombos já existentes, nada de criar uma nova conta.

Lembrando que, este papel com metas e contas organizadas devem se tornar seu livro de cabeceira. Nada de jogar em uma gaveta qualquer ou deixá-los espalhados pela casa. Esta planilha deve estar visível para te lembrar que você tem uma missão a cumprir.

Sabendo disso, faça um pouco a cada dia. Parece pouco, mas fará a diferença. Em um mês, você já estará diferente de como está hoje! Por exemplo, se você tem costume de comprar um pão de queijo todo dia, veja uma maneira de substituir este gasto por uma opção mais em conta, você já faz supermercado, veja uma alternativa dentro dos alimentos que você já tem em casa.

Parece pouco, mas estamos tratando de mudança de hábitos aqui e é preciso acostumar!

Dica #4  Vamos cortar os gastos extras?

Já organizamos todas as contas e todos os recebíveis e por mais que seja triste, é hora de avaliar e deixar como gasto somente o que for estritamente necessário. Sem esse corte de despesas, as contas e os recebíveis nunca estarão em equilíbrio e você vai ficar sempre na corda bamba.

“ahh, mas eu adoro este ou aquele aplicativo!” ou “Esta assinatura deste curso é importante para mim neste momento!”, você pode dizer.

Mas já parou para pensar que muitas das vezes nem lemos ou usamos pelo que pagamos, e/ou por mais importante que seja algum produto, neste momento específico da vida, não é possível pagar por ele?! Estes questionamentos vão te ajudar a pensar no que é realmente necessário e o que é gasto por que você gosta do produto.

Então, agora é hora de deixar somente as contas que são realmente necessárias, como água, luz, aluguel, supermercado entre outras contas “básicas”.

Estes cortes vão te ajudar a colocar as contas em dia, até que chegará o dia em que você poderá usá-los novamente, ou vai perceber que não são tão necessários assim!

Controlar as despesas, este é o foco neste momento!

Dica #5 Cuidado com as compras pela internet

Muita gente fala “Não sabia que de 10 em 10 reais, minha fatura viria 2 mil reais!”

Pois bem, isso acontece mais frequentemente do que imaginamos. Com a facilidade de comprar praticamente tudo pela internet, somos “bombardeados” com ofertas a todo o tempo. Seja pelo email, facebook, instragram, youtube e outras redes sociais.

Por isso, recomenda-se que você se descadastre de maillist de lojas, assim as ofertas serão menores. Outra maneira para tentar driblar as ofertas é fazer pesquisas em janelas anônimas, não é garantia total, mas diminui um pouco as ofertas baseadas em suas pesquisas anteriores.

Compras pela internet são uma facilidade, no entanto, o momento é de economizar, colocar a vida no lugar e tirar o pé da lama. Então, vamos evitar compras desnecessárias, para que esta facilidade não se torne uma vilã que mina a saúde das suas finanças.

Dica #6 Evite marcas mais caras

Evite marcas mais caras em todas as situações!

Seja em compras no supermercado, roupas, sapatos entre outras compras, opte por marcas mais baratas. Evite a qualquer custo as marcas mais caras, por mais que você as ame, o momento é de ECONOMIZAR e colocar as contas em dia.

Parece simples, mas o hábito de optar por marcas mais baratas pode trazer economia o suficiente para colocar outras contas em dia. Fique Atento!

Dica #7 Faça um Seguro para seu carro, casa ou itens de valor

Parece estranho dizer “Faça um seguro!” em tempos de economia! Mas pare pensar na seguinte situação: Você tem um carro, provavelmente usado para trabalhar. Você deixa de pagar o seguro para economizar e colocar a vida no eixo. Levando em consideração a falta de segurança em nosso país, seu carro é levado. Como fica a sua situação? Ainda pior, não é mesmo?

Então, procure um seguro para seus bens de maior valor! Existem opções de seguradoras feitas por cooperativas com preços e condições mais em conta. Pesquise com calma e escolha a melhor opção.

Deixar de pagar um seguro, para seu carro, por exemplo, pode ser um barato que vai sair mais caro!

Dica #8 Aprimore seus dotes culinários

Como já citamos, comer fora é um gasto a mais! Poderíamos dizer que comer fora todos os dias, é jogar dinheiro pelo ralo.

Aprender pratos simples não demanda muito tempo, e você pode começar a comer de maneira mais saudável. Cozinhar um arroz, fritar bife ou ovo, não gasta muito tempo! E você pode até transformar este momento na ozinha em um hobbie e de pratos básicos, ser capaz de fazer pratos incríveis e mais em conta.

O ganho é em economia e qualidade de vida!

Dica #9  Vamos economizar energia e água?

Economia no consumo de energia e água podem ser um diferencial na hora de economizar!

Deixar a luz acessa o tempo todo, banhos demorados podem com que seu dinheiro esteja fugindo de você. Os cuidados com o consumo de água seguem a mesma linha, banhos demorados, deixar a torneira aberta enquanto passa sabão nas vasilhas, deixar a água da máquina de lavar ir pelo ralo é como ver seu dinheiro indo pelo ralo também.

Então, vamos economizar e ter um consumo consciente!

Dica #10 Invista em sua carreira

Invista em sua carreira, tente aprender coisas novas ou aprimorar o que você já sabe. Mas como fazer isto sem gastar dinheiro? Atualmente, existe muito conteúdo de qualidade disponível na internet, é importante fazer uma pesquisa e temos certeza que você encontrará.

Além disso, visando melhorar sua carreira, vale a pena investir dinheiro, uma vez que você já estará economizando e retirando o que é gasto desnecessário na sua vida. E antes de investir qualquer quantidade de dinheiro que seja, pesquise sobre o curso, veja os depoimentos para saber se vale a pena e se é para você.

O importante é não deixar de investir em você!

Além dessas dicas, vale ressaltar a importância de aprender a fazer você mesmo as coisas, como por exemplo, pequenos reparos na casa, produtos de limpeza, cappuccino entre outras coisas que vão ficar mais em conta do que comprar pronto. Tenha em mente que imprevistos acontecem, então veja como você teria que reorganizar sua vida, caso seja acometido pelo desemprego. Tenha também em mente um plano B, caso as metas estabelecidas e os recebíveis mude em algum momento.

Esperamos que estas dicas e sugestões te ajude a sair da crise, aproveitar mais sua vida e ficar tranquilo!

Entenda as vantagens do cartão de crédito Extra Itaucard

4 em cada 10 golpes financeiros foram com Cartão de Crédito